Heleno sugere a Bolsonaro colocar povo na rua para enfrentar “chantagem” do Congresso

Fala tem relação com os vetos ao Orçamento que podem ser derrubados pelos parlamentares

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, afirmou, durante reunião na terça-feira (18), no Palácio da Alvorada, que o governo federal não pode ceder “às chantagens” do Congresso Federal. As informações são do Yahoo Notícias.

Orientou ainda, ao presidente Jair Bolsonaro, que convoque o povo às ruas. O discurso ocorre devido à pressão de parlamentares para derrubada de vetos ao orçamento impositivo.

O presidente, no entanto, teria pedido cautela e aconselhou a articulação política a costurar um novo acordo. Mais cedo naquele dia, Augusto Heleno disse que o governo estava “negociando uma rendição” ao aceitar que o Congresso derrubasse parte dos vetos do presidente.

Pediu que os ministros Paulo Guedes, da Economia, e Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo, refizessem a negociação com os parlamentar no sentido de manter as restrições que Bolsonaro impôs ao orçamento.

Em áudio captado em transmissão ao vivo da Presidência pela internet, Heleno avaliou que o Executivo não pode aceitar “chantagens” do Parlamento o tempo todo. “Nós não podemos aceitar esses caras chantagearem a gente o tempo todo. Foda-se”, disse Heleno, na presença de Guedes e Ramos, segundo divulgado pelo portal.

Com Yahoo Notícias

Mais notícias