G11 indica deputados e CCJR é formada 15 dias após volta da Assembleia

Considerada principal, a comissão analisa todos os projetos de leis apresentados na Casa de Leis

Depois de 15 dias do início da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, a CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) foi formada. A comissão é a principal do Legislativo, já que é por lá que passam todos os projetos de leis apresentados, antes de seguirem para outros grupos técnicos e votação em plenário.

Pelo PSDB, assumem a CCJ os deputados Rinaldo Modesto, como titular, e Marçal Filho fica na suplência. Evander Vendramini e Gerson Claro, ambos do PP, foram os indicados pelo G11, grupo formado por 11 parlamentares. O G8 terá Eduardo Rocha (MDB) e Lídio Lopes (Patriota).

A Comissão é composta por cinco membros, dos quais dois dos blocos G11 e G8, cada, e um do PSDB. No entanto, os deputados disputavam vaga dentro dos blocos, por isso a demora na conclusão. O presidente da Comissão de Constituição e Justiça será definido somente em março, após o Carnaval. Só depois deste passo é que as propostas de leis deste ano começarão a ser analisadas.

Até então faltava apenas a indicação do G11 e uma reunião nesta quarta-feira (19) concluiu a formação do grupo. Todos os integrantes participaram do encontro no gabinete do deputado Londres Machado (PSD), com exceção de João Henrique Catan (PL), que está em São Paulo.

 

Mais notícias