Fumaça, Bala de Prata e Campeão: candidatos tentam chamar atenção do eleitor com nomes diferentes

Campo Grande tem 769 postulantes às 29 cadeiras da Câmara

Para conquistar voto, vale (quase) tudo. E para isso, alguns candidatos a vereador apostam em apelidos curiosos e diferentes para chamar a atenção do eleitor de Campo Grande.

As convenções partidárias apontaram 793 postulantes às 29 vagas da Câmara Municipal, mas foram registradas na 769 candidaturas.

Alguns usam o próprio sobrenome como nome de urna. José Abelha Neto é apenas Abelha (PDT). Antônio de Jesus Charupá Mâncio é o Pastor Charupá do Povo (PSD).

Outros acrescentam apelidos ou algo que liguem suas profissões ao nome. É o caso de Alfredo Lagartixa, Chico do Frango, Eduardo Pipoca, Eduardo Tio do Churros, Fernando Pão, Guerreiro do Fácil, Neuza Jeitosinha e Ronilço Guerreiro.

Há ainda nomes completamente diversos dos oficiais. Tem Acumulou, A Toquinho, Bala de Prata, Branco Billy, Caburé, Campeão, Canela, Filho do Padre, Flor da Sorte, Jaimim Prajá, Mano Xis, Primo e Tchê Tchê Tchê.

Com animais? Também tem! Jacaré (Eliezer Jacaré e João Jacaré) e cachorro (Edvaldo Pitbull). E um candidato decidiu colar sua imagem ao presidente . Clodoaldo Guimarães é Clodoaldo Bolsonaro (PMN) na urna.

A lista também inclui Cazuza (que já é vereador), Chocolate (ex-vereador), Du Gás, Fernando Irmãozinho, Luzimar O Poeta, Ronilço Guerreiro e Tony .

Fumaça, Bala de Prata e Campeão: candidatos tentam chamar atenção do eleitor com nomes diferentes
Mais notícias