Política

Em ano de pandemia, posse de eleitos em Campo Grande será virtual; confira lista

Em ano atípico de pandemia mundial, eventos tradicionais no primeiro dia do ano pós-eleição, a posse dos eleitos, vai acontecer de maneira diferente em 2021. Em Mato Grosso do Sul, posse dos prefeitos e vereadores das 79 cidades do Estado terá audiência virtual. A diplomação realizada pelo TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) em Campo Grande no […]

Aliny Mary Dias Publicado em 26/12/2020, às 08h19 - Atualizado às 08h20

Cerimônia de diplomação dos eleitos em Campo Grande (Foto: Divulgação/TRE-MS)
Cerimônia de diplomação dos eleitos em Campo Grande (Foto: Divulgação/TRE-MS) - Cerimônia de diplomação dos eleitos em Campo Grande (Foto: Divulgação/TRE-MS)

Em ano atípico de pandemia mundial, eventos tradicionais no primeiro dia do ano pós-eleição, a posse dos eleitos, vai acontecer de maneira diferente em 2021. Em Mato Grosso do Sul, posse dos prefeitos e vereadores das 79 cidades do Estado terá audiência virtual.

A diplomação realizada pelo TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) em Campo Grande no último dia 16 de dezembro já deu uma mostra de como será o evento de posse, no dia 1º de janeiro, tão aguardado por quem conquista a preferência dos eleitores das urnas.

Dezenas de candidatos dão lugar a câmeras e o evento passa a ser transmitido de forma online, e pode ser acompanhado pelos cidadãos em transmissão virtual. Assim como ocorreu na diplomação, nenhum convidado além dos eleitos deve ser permitido no dia da posse.

O TRE-MS ainda não divulgou detalhes sobre o horário do evento, que tradicionalmente ocorre no primeiro dia do ano como prevê legislação.

Em 2021, em Campo Grande, serão empossados o prefeito reeleito Marquinhos Trad (PSD), sua vice Adriane Lopes (Patriota) e 29 vereadores eleitos, confira abaixo a lista de quem será empossado para atuar na Câmara de Vereadores da Capital:

  • Tiago Vargas (PSD) – 6.202
  • Carlão (PSB) – 4.836
  • Zé da Farmácia (Podemos) – 4.680
  • João César Mattogrosso (PSDB) – 4.209
  • Professor Juari (PSDB) – 4.199
  • Gilmar da Cruz (Republicanos) – 4.195
  • João Rocha (PSDB) – 4.157
  • Silvio Pitu (DEM) – 4.117
  • Professor Riverton (DEM) – 3.987
  • Valdir Gomes (PSD) – 3.920
  • Otávio Trad (PSD) – 3.861
  • Beto Avelar (PSD) – 3.750
  • Junior Coringa (PSD) – 3.716
  • William Maksoud (PTB) – 3.653
  • Betinho (Republicanos) – 3.498
  • Camila Jara (PT) – 3.470
  • Dr. Jamal (MDB) – 3.369
  • Papy (SD) – 3.078
  • Edu Miranda (Patriota) – 2.986
  • Clodoilson Pires (Podemos) – 2.979
  • Dr. Sandro Benites (Patriota) – 2.873
  • Dr. Loester (MDB) – 2.861
  • Marcos Tabosa (PDT) – 2.199
  • Ayrton Araújo (PT) – 2.167
  • Doutor Victor Rocha (PP) – 2.163
  • Ronilço Guerreiro (Podemos) – 2.059
  • Coronel Alírio Vilassanti (PSL) – 1.954
  • Prof. André (Rede) – 1.910
  • Dharleng Campos (MDB) – 1.782 **vereadora deve dar lugar a Delei Pinheiro (PSD), que conseguiu reverter indeferimento da candidatura após decisão da Justiça Eleitoral.
Jornal Midiamax