Eleição não deve atrapalhar mandato de vereador, avisa presidente da Câmara

Maioria dos 29 parlamentares de Campo Grande deve tentar reeleição em 2020

Com Câmara Municipal composta por 29 vereadores, a maioria de olho em reeleição em 2020, o presidente João Rocha (PSDB) afirma que o processo eleitoral não deve atrapalhar o trabalho na Casa de Leis.

“Temos uma larga experiência neste sentido, nós temos certeza que teremos um ano regular com nossas atividades transcorrendo de forma normal”. O ritmo nem produtividade nas sessões deverão ser alteradas com o pleito eleitoral, acrescenta o presidente.

Para ele, os que terão “missão dobrada”, ao cumprir o mandato e ser candidato, vão trabalhar sem “misturar o exercício com a campanha”. Mesmo assim, eventuais resoluções podem ser feitas no começo do ano legislativo, em fevereiro. Contudo, servirá apenas para complementar regras já estabelecidas em legislação federal sobre o assunto.

Um dos pontos prevê restrição de qualquer tipo de campanha na Câmara Municipal, por exemplo. A entrevista foi concedida no último dia de sessão de 2019, em 19 de dezembro. Os parlamentares voltam do recesso em 3 de fevereiro.

Mais notícias