Política

Eleição da Mesa Diretora da Alems acontece na próxima quinta-feira

A Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) realizará, na próxima quinta-feira (10), a eleição da Mesa Diretora da Casa. A eleição será a partir das 9h, mas Casa de Leis continua fechada ao público devido às medidas para evitar a propagação de Covid-19, com a votação sendo transmitida ao vivo pelos canais de […]

Fábio Oruê Publicado em 07/12/2020, às 17h28

Mesa Diretora da Alems. (Foto: Luciana Nassar, Alems)
Mesa Diretora da Alems. (Foto: Luciana Nassar, Alems) - Mesa Diretora da Alems. (Foto: Luciana Nassar, Alems)

A Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) realizará, na próxima quinta-feira (10), a eleição da Mesa Diretora da Casa. A eleição será a partir das 9h, mas Casa de Leis continua fechada ao público devido às medidas para evitar a propagação de Covid-19, com a votação sendo transmitida ao vivo pelos canais de comunicação oficiais.

De acordo com o Regimento Interno, a eleição dos membros da Mesa Diretora é feita por votação nominal e aberta, considerando-se eleita a chapa ou o candidato individual ou avulso que obtiver a maioria absoluta dos votos, e que cumprirá mandato de dois anos.

Como o Jornal Midiamax havia adiantado, a composição deve-se manter a mesma de atualmente. Paulo Corrêa (PSDB) é o presidente e Eduardo Rocha (MDB) ocupa o cargo de 1º vice-presidente.

Antonio Vaz (Republicanos) e Neno Razuk (PTB) são os 3º e 2º vice-presidentes, respectivamente. Zé Teixeira (DEM), Herculano Borges (Solidariedade) e Pedro Kemp (PT) estão na 1ª, 2ª e 3ª secretarias, respectivamente.

Entre os requisitos para a realização da votação, está a presença da maioria dos deputados. Composta por presidência e secretaria, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul tem a competência para a direção dos trabalhos legislativos e dos serviços administrativos da instituição.

Avaliação dos deputados

Na avaliação do líder do governo, deputado Gerson Claro (PP), a tendência é que se mantenha como está. “Houve um movimento de alguns deputados, mas acabaram desistindo”, relatou.

Zé Teixeira disse que só irá tentar a reeleição se houver consenso. “Se acharem que meu trabalho está bom, continuarei. Agora se for para ter briga, estou fora”, garantiu.

Para o democrata, Corrêa deve mesmo ser reeleito. “O Paulo vem fazendo um trabalho extraordinário, é um parceiro que procura atender a todos”, disse Teixeira.

Líder do PSDB, Rinaldo Modesto acredita também em consenso. “Não deve ter disputa, mas como é uma eleição dinâmica, pode haver disputa”, avalia. Mas para o tucano, o histórico da Alems é que normalmente há acordo.

Escolha da data

Quando a eleição da Mesa Diretora é realizada no curso da legislatura, início da terceira e quarta sessões legislativas, como neste ano, de acordo com o artigo 20 do Regimento Interno, o prazo para a eleição é até a antepenúltima sessão ordinária da segunda sessão legislativa.

Como a última sessão ordinária do ano será dia 17 de dezembro neste ano, o prazo para eleição da Mesa Diretora é até o dia 15 de dezembro de 2020. Obedecendo a essa norma sobre o prazo máximo, os deputados decidiram, na sessão ordinária do dia 20 de outubro de 2020, que realizariam a eleição da Mesa Diretora no dia 10 de dezembro de 2020.

Jornal Midiamax