Política

Edwino Raimundo Schultz, 1° prefeito de Chapadão do Sul, morre aos 83 anos

Na manhã deste domingo (10), o ex-prefeito da cidade de Chapadão do Sul, Edwino Raimundo Schultz faleceu por conta de uma infecção renal, após ficar cerca de 15 dias internado e em coma induzido em um hospital de Campo Grande. Ele foi o primeiro prefeito a comandar o município entre os anos de 1989 a […]

Vinícius Costa Publicado em 10/05/2020, às 13h54 - Atualizado às 14h11

(Foto: Arquivo Pessoal)
(Foto: Arquivo Pessoal) - (Foto: Arquivo Pessoal)

Na manhã deste domingo (10), o ex-prefeito da cidade de Chapadão do Sul, Edwino Raimundo Schultz faleceu por conta de uma infecção renal, após ficar cerca de 15 dias internado e em coma induzido em um hospital de Campo Grande. Ele foi o primeiro prefeito a comandar o município entre os anos de 1989 a 1992.

O seu corpo será transladado novamente para a cidade de Chapadão onde será velado e sepultado. Até o momento, o horário e o local do velório não foi divulgado pelos familiares do ex-prefeito.

Schultz estava debilitado em sua residência desde o dia 27 de abril por conta da infecção. Primeiramente foi encaminhado ao Hospital Municipal de Chapadão do Sul, mas após rápido diagnóstico, logo foi feita a transferência para a Capital.

Edwino Raimundo é considerado por muitos, o fundador de Chapadão do Sul após chegar em 1973. Ele foi responsável por construir a primeira residência, posto de combustível e mercearia na então Chapadão dos Gaúchos. Ele esteve ativo na Comissão de Emancipação, que deu o direito de criar o município.

Na trajetória política, foi eleito prefeito da cidade em 1989 a 1992 e posteriormente, reeleito nas eleições de 1996. Ele deixa a esposa Dalila Goelzer Schultz e seus seis filhos.

Jornal Midiamax