Dourados tem dois candidatos milionários e um sem nada no nome

Os demais declararam patrimônio de R$ 659.319,33 a R$ 25.172,09

A concorrência pela cadeira de prefeito em Dourados revela situações econômica diferentes na maior cidade do interior de Mato Grosso do Sul. Segundo informações disponíveis na página do TSE (Tribunal Superior Eleitora), dois postulantes são milionários e declarou não possuir nada no seu nome.

Na lista de milionários está o deputado estadual e advogado,  José Carlos Barbosa, o Barbosinha, do Democratas (DEM), com R$9.956.855,43, que inclui propriedades em Dourados e também em Angélica, onde já foi prefeito.

O segundo mais rico é o empresário Mauro Thronicke Rodrigues, do PSL (Partido Social Liberal). Na declaração de bens entregue à , o candidato do PSL afirmou possuir patrimônio no valor de R$ 2.198,650,56, que está distribuído entre imóveis, veículos e contas bancárias.

O professor João Carlos de Souza, do (Partido dos Trabalhadores) tem patrimônio avaliado em R$ 659.319,33, correspondente a imóveis em Santa Catarina e também em Dourados. Já o indígena e advogado Wilson Mattos, apresentou declaração no valor de valor de R$ 194.501,64, que corresponde a um imóvel e dois veículos.

Primeiro a registrar candidatura, Racib Panage Harb, do , possui bens no valor de R$ R$ 35 mil. O valor é correspondente a um VW Gol 2012/13 e um Fiat Uno 2013. E Alan Guedes, do Progressistas, declarou um veículo corsa Hatch Maxx, ano 2011, e contas correntes em duas unidades bancárias, que totaliza um patrimônio de R$ 25.172,09.

Entre os postulantes à prefeitura de Dourados está o jornalista e redator, Jeferson José Bezerra, do PMN (Partido da Mobilização Nacional). Ele é o único dos sete candidatos, conforme a declaração entregue  à ,  que não possui nenhum patrimônio.

Dourados tem dois candidatos milionários e um sem nada no nome
Mais notícias