Política

Decreto regulariza retorno das aulas coletivas de dança e crossfit em Três Lagoas

Nesta segunda-feira (11), a prefeitura de Três Lagoas publicou o decreto que autoriza e regulariza o retorno das atividades de academias de crossfit e dança no município. A prefeitura já havia adiantado a decisão, após solicitação do setor para que as atividades fossem liberadas durante a pandemia. O Decreto nº 107 foi publicado no Assomasul […]

Dândara Genelhú Publicado em 11/05/2020, às 15h14

Foto: Arquivo Midiamax
Foto: Arquivo Midiamax - Foto: Arquivo Midiamax

Nesta segunda-feira (11), a prefeitura de Três Lagoas publicou o decreto que autoriza e regulariza o retorno das atividades de academias de crossfit e dança no município. A prefeitura já havia adiantado a decisão, após solicitação do setor para que as atividades fossem liberadas durante a pandemia.

O Decreto nº 107 foi publicado no Assomasul (Diário dos Municípios de Mato Grosso do Sul). Foram regulamentadas as aulas coletivas de dança, zumba, funcional e similares.

De acordo com publicação da prefeitura, os estabelecimentos devem seguir uma série de readequações exigidas pela Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde. Para evitar aglomerações e possíveis contaminações por coronavírus, as academias devem possuir Alvará de Funcionamento e Licença Sanitária e seguir as regulamentações previstas no Decreto Municipal nº 97/2020.

Para o funcionamento, os estabelecimentos devem permitir a entrada de um aluno a cada 25 m² de área do local. Além disto, devem manter a distância de pelo menos três metros entre os alunos durante as atividades físicas e 1,5 metro quando estiverem em repouso.

A prefeitura estabeleceu que cada turma poderá ter no máximo 10 alunos. Os materiais utilizados nas aulas devem ser individuais e qualquer contato com o piso do local deve ser evitado. Para higienização do espaço utilizado nas atividades, é necessário que haja um intervalo de no mínimo 1h entre as turmas.

Segundo a prefeitura, este tempo também ajudará a renovar a circulação de ar. As aulas devem ser previamente agendadas e durante as atividades não será permitido o uso de ventiladores. Para os alunos que terminarem os treinos, a permanência no local é proibida. E não será permitida a entrada de pessoas do grupo de risco do coronavírus, como maiores de 60 e menores de 12 anos, gestantes, transplantados e pessoas com sintomas gripais.

Jornal Midiamax