Rose Modesto afirma que não seria vice de ninguém

A deputada federal afirmou que a candidatura só depende do partido

“Não, eu não seria candidata a vice”, afirma a deputada federal Rose Modesto (PSDB). O almejo atual é a prefeitura de Campo Grande. “Já disse e reafirmo, que gostaria sim de colocar meu nome a disposição para prefeitura da cidade”.

A deputada federal explicou que teve mais de 50 mil votos na capital sul-mato-grossense e pelo menos 42% de votos na campanha para prefeita na última eleição, em 2016. “Fui escolhida como a deputada federal mais votada do estado, então naturalmente, o eleitor está esperando que meu nome esteja a disposição da cidade”.

Mas Rose admite que a candidatura só poderá acontecer com o apoio do partido. “Agora eu preciso que meu partido me dê espaço para disputar”, fala e adianta que esta é a única forma de alcançar o cargo nessas eleições, já que não pode trocar de partido.

Questionada sobre a possibilidade de ser vice, a deputada federal informa que não está disponível para este título. “Não é da minha opção colocar meu nome como vice de ninguém e com o Marquinhos seria mais difícil ainda, por ser uma contradição muito grande”, declara.

Segundo Rose, uma candidatura como vice do atual prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad () é inviável e contraditória. “Eu já disputei uma eleição com ele né, contra, mostrando uma posição que naquele momento era de que o melhor projeto para cidade não era aquele que estava sendo apresentado”, lembra.

Rose Modesto afirma que não seria vice de ninguém
Mais notícias