De MS, ministros Mandetta e Tereza são os mais bem avaliados por parlamentares

Ranking ouviu 96 congressistas em dezembro, conforme pesquisa da Arko Advice

De Mato Grosso do Sul, os ministros da Saúde, , e da Agricultura, , ambos do DEM, lideram o ranking dos mais bem avaliados pelos parlamentares, em pesquisa feita pela consultoria Arko Advice e publicada pela Revista Veja nesta sexta-feira (10).

Os dois receberam média 3,6, em uma avaliação que deu notas de 0 a 5 para 11 dos 22 ministros do governo de Jair Bolsonaro. Entre 10 e 17 de dezembro de 2019, 96 congressistas de 20 partidos foram ouvidos. Antes de ser ministro, Mandetta foi deputado federal e a articulação com o Congresso foi destacada como um dos fatores para a nota.

Com a mesma nota, figuram na sequência o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas e . Quanto a ela, que também foi deputada federal, foi atribuído o fato de não ter se envolvido em conflitos e o prestígio que tem com a bancada do agronegócio.

No quadro de piores avaliados, estão Ernesto Araújo, Relações Exteriores; Bento Albuquerque, Minas e Energia, e Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente. Eles receberam 2,3 e 2,6, respectivamente. Ministro da Justiça, Sérgio Moro, ficou em quarto, após Tereza, com 3,3; Paulo Guedes, da Economia, teve 3,2; Do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto recebeu 2,9; da secretaria de Governo, Luiz Eduardo teve pontuação de 2,7 e Onyx Lorenzoni teve 2,6.

De MS, ministros Mandetta e Tereza são os mais bem avaliados por parlamentares
Mais notícias