Usando parábola, Simone comemora demissão de secretário com discurso nazista

Senadora de MS se manifestou pelas redes sociais

A senadora Simone Tebet (MDB) usou suas redes sociais para comemorar a demissão do secretário especial de Cultura do governo federal, Roberto Alvim, ocorrida nesta sexta-feira (17) após discurso feito por ele quase idêntico ao do ideólogo e ex-ministro da propaganda alemã nazista, Joseph Goebbels.

Presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado Federal, a senadora sul-mato-grossense avaliou como acertada a decisão do presidente. Ela usou ainda parábola para condenar o comportamento daqueles que não se manifestam contra discursos nazistas.

‘Nove pessoas estão sentadas numa mesa. Chega mais uma e começa a defender o nazismo. Se ninguém se levanta, os dez são nazistas’. Eu também me levanto!”, afirmou a senadora. 

As declarações feitas pelo secretário criaram polêmica em todo o País, por serem quase idênticas ao discurso nazista. Elas foram usadas em pronunciamento oficial da secretaria de Cultura, para anunciar o Prêmio Nacional das Artes. Além da fala, ele usou trilha sonora de um compositor alemão antissemita considerado o preferido de Adolf Hitler.

Uma edição extra do Diário Oficial foi publicada pela União com a exoneração. Pelas redes sociais, o presidente Bolsonaro comunicou o desligamento chamando de ‘infeliz’ o pronunciamento feito por Alvim. “Reitero nosso repúdio às ideologias totalitárias e genocidas, bem como qualquer tipo de ilação às mesmas”, afirmou o presidente. Confira a íntegra da postagem feita por ele:

– Comunico o desligamento de Roberto Alvim da Secretaria de Cultura do Governo. Um pronunciamento infeliz, ainda que…

Publicado por Jair Messias Bolsonaro em Sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

Mais notícias