Com avanço do coronavírus, Corumbá pode proibir desembarque fora da rodoviária

A medida deve ser aplicada após a reabertura do Terminal Rodoviário Dr. Fadh Sacaff Gattas

Com o quarto maior número de casos de coronavírus de , Corumbá pode proibir o embarque e desembarque fora da rodoviária. O Projeto de Lei que estabelece a medida já foi aprovado pela Câmara Municipal de Corumbá.

Assim, com a aprovação na última terça-feira (30), o projeto de lei segue para o Poder e passará a valer após sanção do prefeito. Entretanto, as medidas devem ser aplicadas quando as atividades da rodoviária fossem regularizadas.

O Terminal Rodoviário Dr. Fadh Sacaff Gattas está fechado há pelo menos dois meses, devido à pandemia do coronavírus. Em 26 de junho, a Justiça negou pedido liminar do MPMS (Ministério Público) para reabrir a rodoviária de Corumbá. Até o momento, a gestão do município entende que a rodoviária deve permanecer fechada até a normalização da situação da pandemia.

Além do embarque e desembarque obrigatório no terminal, o vereador prevê transporte apenas de bagagens pessoais dos passageiros que possuem passagem comprada. “Em nenhuma hipótese será aceito, dentro do município de Corumbá, embarque e desembarque de passageiros em locais clandestinos e com excesso de cargas que não sejam as de origem pessoal”, afirmou.

Por fim, o projeto estabelece que ficam liberados ao embarque e desembarque fora da rodoviária apenas ônibus de romarias religiosas, turísticos e de delegações esportivas. “Quem descumprir, sofrerá as sanções que deverão ser criadas pelo Poder Municipal e o órgão oficial de trânsito”.

em Corumbá – Até esta quarta-feira (01), o boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde) havia registrado 342 casos de coronavírus em Corumbá. Ainda na cidade, 10 pessoas faleceram devido a doença.

Com avanço do coronavírus, Corumbá pode proibir desembarque fora da rodoviária
Mais notícias