Catan alerta para falta de materiais básicos de saúde em hospital durante pandemia

Deputado disse que médicos estão comprando máscaras com o próprio dinheiro

O deputado João Henrique Catan (PL) usou a tribuna para alertar a falta de materiais básicos de saúde no Hospital Regional de Campo Grande, como máscaras, por exemplo, durante a pandemia do Coronavírus. 

Catan afirmou ter recebido reclamações de vários médicos que atuam no HR. “Não tem nem máscara. Acreditar que o Hospital Regional vai dar conta, é só rezando, pois não tem insumo básico de trabalho”.

O deputado disse que os próprios médicos estão comprando os insumos básicos. “Médico está tendo que tirar do bolso o que deveria ser dado pelo hospital. Se no mundo vivemos pandemia, não sei o que pode acontecer aqui. Queria crer que teríamos 7 ou 8 hospitais equipados para atender pacientes com o vírus, mas isso não tem como acontecer”.

Catan também criticou o projeto Governo Presente, que promete investir R$ 4,2 bilhões em obras de infraestrutura no Estado. “Hoje temos que pensar se queremos governo presente nas rodovias, na infraestrutura ou na saúde. Isso precisa ser repensado ou pode ser que não teremos eleitores para aplaudir a conclusão do programa. Verdade tem que ser dita”, disse.

Barbosinha chamou atenção do colega para não politizar a situação. “Temos que ter a postura do ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, que não politizar o assunto e trata de forma técnica. Neste momento, precisamos ter cautela para auxiliar o governo para que esses problemas possam ser contidos. Não podemos politizar o debate, mas buscar alternativa junto com o governo e auxiliar nos caminhos para combater o vírus. Menos discurso político, mas assunto técnico”.

Catan alerta para falta de materiais básicos de saúde em hospital durante pandemia
Mais notícias