Bolsonaro cita BPC e volta a provocar Congresso Nacional nas redes sociais

Presidente usou o Twitter para criticar o aumento de famílias beneficiadas pelo Benefício de Prestação Continuada

Enquanto o Ministério da Saúde, autoridades monetárias e o Legislativo discutem um plano de contingência para o avanço do coronavírus no País, o presidente Jair Bolsonaro volta a provocar o Congresso Nacional. Na manhã desta quinta-feira (12), em sua conta pessoal no Twitter, o mandatário citou a derrubada do veto presidencial ao aumento do número de famílias beneficiadas pelo Benefício de Prestação Continuada (BPC), na sessão conjunta de Senado e Câmara realizada na quarta-feira (11).

“O Congresso derrubou nosso veto e ampliou o número de famílias que podem se habilitar ao BPC, Benefício de Prestação Continuada”, disse no post. E continuou: “Tal medida impõe uma despesa extra de R$ 20 bilhões ao Executivo no corrente ano.”

Em resposta ao tuíte, o perfil oficial do Partido dos Trabalhadores (PT) afirmou: “Jogar o ajuste fiscal em cima de idosos e pessoas com deficiência é a cara do seu governo, homenageador de miliciano. Recuperar o benefício para essas pessoas com renda de MEIO SALÁRIO MÍNIMO não prejudica o país. Sua incompetência e desequilíbrio, sim”.

Bolsonaro cita BPC e volta a provocar Congresso Nacional nas redes sociais
Mais notícias