‘Apresentamos propostas e soluções’, diz Marquinhos sobre liderança na DATAmax

Marquinhos destacou ter obtido mais de 50 direitos de resposta por ataques de campanha

Candidato à reeleição na disputa eleitoral pela prefeitura de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) comemorou o resultado da pesquisa DATAmax nesta quarta-feira (28), que aponta 52% dos votos e vitória em primeiro turno, caso a eleição acontecesse quando registrado o levantamento. ‘Nós apresentamos propostas e soluções factíveis e plausíveis. Algumas delas, com projetos aprovados e recursos já garantidos’, comentou.

Marquinhos criticou ainda os ataques que vêm sofrendo dos adversários, que já lhe teriam garantido ‘mais de 50 direitos de resposta’. “Já obtive quase 50 direitos de resposta e não concedemos nenhum”. Para o candidato, o resultado mostra a capacidade do eleitor de analisar entre as críticas e o que é efetivamente realizado.

“Não queiram subestimar a capacidade do eleitor, eles estão cada vez mais atentos e, sobretudo, experientes. Sabem aquele que fez , que se esforça para fazer e que tem mais condições pra continuar fazendo”, finalizou.

DATAmax

A primeira pesquisa DATAmax de intenção de votos para prefeito de Campo Grande nas eleições 2020 aponta que o candidato a reeleição, Marquinhos Trad (PSD), possui 52% da intenção de voto dos campo-grandenses e seria eleito no primeiro turno. Na sequência, estão Pedro Kemp (PT) com 6%, Sergio Harfouche (Avante) com 5% e Dagoberto Nogueira (PDT) com 4%.

Na sequência da preferência dos eleitores ouvidos pela DATAmax estão Vinicius Siqueira (PSL) com 2%, Delegada  (Podemos) com 1%, Marcelo Miglioli (SD) com 1%,  (MDB) com 1%, Marcelo Bluma (PV) com 1%, Esacheu Nascimento (PP) com 1%, João Henrique (PL) com 1%, Trutis (PSL) com 1%, Cris Duarte (PSOL) com 1%.

Os candidatos Gusto Scarpanti (NOVO), Paulo Matos (PSC) e Thiago de Carvalho Assad () não pontuaram na pesquisa.

Com margem de erro de 3,5% pontos percentuais para mais ou para menos, a pesquisa DATAmax ouviu 800 pessoas entre os dias 24 e 25 de outubro. O modelo da pesquisa é estimulada, quando nomes dos candidatos são apresentados para os entrevistados.

De acordo com a margem de erro, todos os candidatos que pontuaram na pesquisa, com exceção de Marquinhos Trad que lidera a intenção de votos, estão empatados tecnicamente em segundo lugar.

Os entrevistados que disseram votar em branco ou nulo somaram 3%, os que não souberam responder foram 12% e os que disseram não votar em nenhum dos candidatos somaram 8%.

Em decisões desta semana, a Justiça Eleitoral de Mato Grosso do Sul indeferiu as candidaturas de Sergio Harfouche, Trutis e Thiago Assad. Apesar disso, se apresentarem recursos em instância superior, os candidatos ficam com o registro sub judice e podem ser votados no dia 15 de novembro. Nesses casos, os votos só são contabilizados posteriormente em caso de liberação da candidatura.

‘Apresentamos propostas e soluções’, diz Marquinhos sobre liderança na DATAmax
Mais notícias