Após infecção por coronavírus e UTI, pré-candidato tucano recebe alta

O ex-deputado estadual Valdenir Machado deixou o hospital nesta terça-feira

O ex-deputado estadual Valdenir Machado, 72 anos, teve alta médica na manhã desta terça-feira (4) e já  se recupera em sua residência. No último domingo ele foi transferido da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) onde chegou a ficar entubado, para um quarto de enfermaria.

Durante a sessão da Câmara desta segunda-feira, o vereador Idenor Machado, que é irmão de Valdenir,  agradeceu o apoio recebido dos colegas e disse que “quem passa por uma situação como essa sabe o que realmente essa doença significa”.

Depois que os nomes preferenciais da legenda, Geraldo Resende e Marçal Filho, abdicaram da disputa, o ex-deputado Valdenir Machado, foi lançado como pré-candidato a prefeitura de Dourados pelas lideranças tucanas da cidade.

Empolgado com a possibilidade disputar as eleições, e já aparecendo em algumas pesquisas de intenções de votos, Valdenir vinha imprimindo um ritmo mais acelerado nas atividades políticas, promovendo alguns encontros e visitas nas comunidades,  até ser diagnosticado com o coronavírus.

Ramo verde

No início de julho,  Valdenir Machado conversou com o Midiamax e afirmou que a proposta da sua candidatura foi tirada de uma  que contou com a participação dos vereadores Idenor Machado (), Sérgio Nogueira (),  Silas Zanata () e Denize Portolann, que na quarta-feira (1) assumiu a vaga de Braz Mello.

“Vamos levar ao conhecimento do governador e do diretório regional para passar o ramo verde e pedir as bençãos de Deus e o apoio dos amigos para uma bela disputa”, disse Valdenir, que em outras ocasiões já teve o seu nome cotado para a disputa ao cargo de prefeito de Dourados, mas acabou não sendo escolhido.

Após infecção por coronavírus e UTI, pré-candidato tucano recebe alta
Mais notícias