Política

Após críticas, prefeitura de Camapuã volta atrás e leilões de gado serão virtuais

Após questionamento da população sobre a liberação dos leilões de gado presencial com participação do público, a prefeitura de Camapuã voltou atrás.

Dândara Genelhú Publicado em 12/05/2020, às 15h50 - Atualizado às 15h51

Comitê de Combate e Prevenção do Coronavírus de Camapuã.
Foto: Reprodução/ Prefeitura de Camapuã.
Comitê de Combate e Prevenção do Coronavírus de Camapuã. Foto: Reprodução/ Prefeitura de Camapuã. - Comitê de Combate e Prevenção do Coronavírus de Camapuã. Foto: Reprodução/ Prefeitura de Camapuã.

Após questionamento da população sobre a liberação dos leilões de gado presencial com participação do público, a prefeitura de Camapuã voltou atrás sobre a decisão. De acordo com publicação nas redes oficiais do município, os leilões poderão ser realizados apenas de forma online.

Na publicação da segunda-feira (11), foi informado que o Comitê de Prevenção e Combate ao Coronavírus de Camapuã havia analisado ações solicitadas por empresas leiloeiras. “Os planos foram a provados e permitem, dentro do que foi apresentado, a realização com presença de público, da semana de leilões, que acontece no município”, informou a prefeitura.

Moradores da cidade se posicionaram contra a decisão nos comentários da rede social, ressaltando os riscos de disseminação do coronavírus que os eventos poderiam causar. “Acho que não é o momento para tal atividade em nosso município”, disse uma cidadã.

“Aos administradores, espero que repensem essa questão, pois, essa atividade no momento não é essencial, o risco e prejuízo podem ser bem maior”, comentou outro morador. Após os mais de 30 comentários, nesta terça-feira (12), a prefeitura publicou uma nova decisão sobre os leilões.

“Devido às circunstâncias observadas, os integrantes resolveram reconsiderar a decisão e suspender a presença de público na semana de leilões que acontece em Camapuã”, informou a prefeitura nas redes sociais. Sendo assim, os leilões de gado que acontecem no município só poderão ser realizados na modalidade virtual.

Questionado pelo Jornal Midiamax, o prefeito de Camapuã, Delano Huber, afirmou que o município possui um comitê para realização dos planos de contenção. “Temos comitê municipal de prevenção no qual foi feito plano de contenção de riscos (covid 19) e não cumprimento” da decisão dos leilões presenciais. O prefeito justificou a nova decisão com o não cumprimento das normas, pelas leiloeiras. “Programação segue até sexta-feira mas somente leilão virtual”, lembrou.

Jornal Midiamax