Puccinelli vai à Câmara e MDB filia vereadora que era do PP

Cúpula do partido foi à Casa de Leis para formalizar o convite à parlamentar

A vereadora Dharleng Campos, ainda no PP, anunciou nesta terça-feira (3) na Câmara Municipal de Campo Grande, ao lado ex-governador André Puccinelli, que vai entrar no MDB.

“Fico lisonjeada com o convite, ainda mais que estamos no mês das mulheres. Não é de hoje que a gente está conversando. Então, aceito sim esse convite”, disse a vereadora. Contudo, a mudança só pode ser formalizada a partir de quinta-feira (5), quando será aberta a janela partidária.

Durante entrevista, o ex-governador disse que o MDB se ‘orgulha’ de Dharleng por ela aceitar o convite para entrar na legenda. Hoje, a ida à Casa de Leis foi para convidá-la oficialmente.

Puccinelli vai à Câmara e MDB filia vereadora que era do PP
Dharleng Campos posa para foto com, da direita à esquerda, vereadores Dr. Loester e Dr. Wilson Sami, deputado Eduardo Rocha, deputado Márcio Fernandes, André Puccinelli e o presidente do MDB, Junior Mochi. (Dândara Genelhú, Jornal Midiamax).

Pré-candidato do MDB à Prefeitura de Campo Grande, o deputado Márcio Fernandes afirmou que a missão agora é reeleger os três vereadores. O MDB tem atualmente os parlamentares Wilson Sami e Dr. Loester. Com Dharleng, a bancada fica em três.

“A sua vinda fortalece esse processo, um processo de levantamento, de militância. Não há dúvida de que sua vinda soma de forma positiva”, acrescentou o presidente do MDB em Campo Grande, Ulisses Rocha. O presidente da legenda em MS, Junior Mochi, e o deputado estadual Eduardo Rocha completaram a cúpula estadual presente na Casa de Leis nesta manhã.

A vereadora dizia que não tinha decidido se sairia do PP, partido no qual se elegeu em 2016, e que o rumo partidário seria definido levando em consideração sua viabilidade de se reeleger. A sigla reduziu para dois parlamentares, mas deve ficar apenas com um. Valdir Gomes já disse que vai para o PSD, portanto, a bancada ficará apenas com Cazuza, que preside o PP em Campo Grande, se ninguém mais entrar no partido.

Puccinelli vai à Câmara e MDB filia vereadora que era do PP
Mais notícias