VÍDEO: Após ter acesso a microfone negado, Telles acusa Cazuza de ser parcial

Vereador gritou com membro da Mesa Diretora

O vereador Chiquinho Telles (PSD) perdeu o controle nesta terça-feira (3) durante sessão na Câmara de Campo Grande e acabou gritando com o vereador Cazuza (PP), após ter o acesso ao microfone negado para responder a provocações do vereador Dr. Lívio (PSDB).

O tucano havia feito uso da palavra para afirmar que não era oposição ao prefeito de Campo Grande. “Faço parte de um partido que o apoiou. Não falo da gestão à toa, mas o que está acontecendo aqui é que parece que tem que ter defesa do prefeito a todo custo. Tratam o prefeito como Deus”, acusou.

Chiquinho Telles não gostou do comentário e quis fazer a parte. No entanto, o tempo para o uso do microfone havia acabado, de acordo com o vereador Cazuza, que presidia a Mesa Diretora.

O parlamentar insistiu para rebater as acusações do vereador, mas Cazuza negou. E, com os microfones cortados, Chiquinho acusou o parlamentar que presidia a Mesa de ser parcial.

Mais notícias