Vice não serei de ninguém: Rose rebate ‘previsão’ de Bernal sobre chapa com Trad

Deputada disse, contudo, que só fala sobre eleições municipais no próximo ano

“Candidata a vice não serei nem do Marquinhos nem de ninguém”, afirmou a deputada federal Rose Modesto (PSDB) rebatendo ‘previsão’ feita por Alcides Bernal (PP) de que acabará compondo a chapa do prefeito Marquinhos Trad (PSD) em 2020.

Para o ex-presidente do PP em MS, a tucana permanecerá no PSDB pois ‘quem manda é o Reinaldo [Azambuja, governador]’ e prevalecerá o compromisso assumido pelo governador com a reeleição de Marquinhos. “Acho que ela não sairá do partido dela, vai perder tudo que ela tem no Governo. O irmão na Assembleia [deputado estadual Rinaldo Modesto, PSDB] também não vai admitir. Acho que a Rose vai ser a vice do Tradeca (sic)”, alfinetou.

Rose, entretanto, diz não admitir a possibilidade de vice em nenhuma hipótese. Mas, prefere não adiantar quais são seus planos para as eleições municipais. “Sobre projeto de 2020 só falo em 2020”, despistou. 

Recentemente, deputados estaduais progressistas informaram que estariam segurando a presidência do partido até conversarem com a tucana, que poderia ser a nova presidente regional. Ela informou, contudo, que não há tratativas nesse sentido. A alusão ao seu nome no comando do PP, entretanto, foi suficiente para as congecturas do ex-presidente sobre o futuro político da deputada.

Mandato 

Questionado sobre a composição proposta pelo progressista, o prefeito Marquinhos Trad disse que sua ‘única preocupação, no momento, é administrar a cidade”. Com várias pré-candidaturas surgindo, o prefeito tem evitado tratar de questões políticas e diz seu foco são as obras que estão sendo feitas na Capital.

Mais notícias