Vereadores aprovam Lei de Diretrizes Orçamentárias de R$ 4,3 bilhões

Peça prevê receita e metas da Prefeitura de Campo Grande para o próximo ano

A (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de Campo Grande, que prevê receita de R$ 4,3 bilhões em 2020, foi aprovada em primeita votação na Câmara Municipal nesta terça-feira (dia 25). O projeto prevê o rumo orçamentário e as metas do próximo ano.

O documento serve de base para LOA (Lei Orçamentária Anual), que dita com mais precisão o orçamento municipal. A peça orçamentária deve chegar até o fim de setembro à Casa de Leis. Os vereadores ainda votarão a em seguda discussão nas próximas sessões.

Na sessão desta terça-feira, o relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias, vereador Odilon de Oliveira (PDT), leu o documento em um plenário com poucos parlamentares presentes. Além do texto do município, foram aprovadas 152 emendas, que são sugestões de ações, planos e projetos com o dinheiro público.

 

Vereadores aprovam Lei de Diretrizes Orçamentárias de R$ 4,3 bilhões
Mais notícias