Vinícius diz que decreto dos aplicativos vai ajudar Consórcio Guaicurus

Líder da prefeitura e democrata discutem em meio a sessão na Câmara

O vereador Vinicius Siqueira (DEM), ao fazer o uso da tribuna da Câmara dos Vereadores nesta quinta-feira (6), criticou o projeto proposto pela Prefeitura para regulamentar os aplicativos de mobilidade urbana. De acordo com o democrata, a regulamentação vai acabar beneficiando as empresas de transporte coletivo de Campo Grande.

Sem papas na língua, o vereador apontou que o prefeito da cidade, Marquinhos Trad, “quer acabar com os aplicativos” e que na visão dele, os aplicativos teriam prejudicados as empresas de ônibus.

Para Siqueira, todo aquele monopólio das empresas para realizar o serviço de transporte na cidade, não existe mais com a chegada dos aplicativos de mobilidade. O vereador usa o argumento de que os preços dos aplicativos acabam concorrendo diretamente com o preço pago nas passagens e diferentemente disto, o serviço sai mais barato.

O democrata alegou que existe uma dificuldade envolvendo os motoristas, porque segundo Siqueira, há uma “obrigação dos motoristas fazerem um curso disponibilizado pela Prefeitura para exercer a profissão de motorista de aplicativo”.

O líder da prefeitura na Câmara, Chiquinho Telles (PSD), criticou a forma como o vereador democrata usou a tribuna e acabou gerando uma breve discussão entre ambos. “Vinicius está desesperado atrás de palanque eleitoral”.

Segundo o vereador pessedista, houve várias reuniões entre o prefeito, a categoria dos motoristas e até entre os próprios vereadores, mas afirmou que Vinicius Siqueira não havia participado de nenhum destes encontros. “Siqueira tem que ter responsabilidade e não vomitar nos microfones”, disparou Chiquinho.

Presidente da Comissão do Transporte, o vereador Junior Longo (PSB) defendeu a ideia de que a regulamentação vire um projeto de lei para pôr um ponto final nessa briga entre prefeitura e a categoria.

Mais notícias