Três candidatos disputam o comando do PT de Campo Grande no domingo

Atual presidente, advogado e professora querem comandar partido na Capital

O PT escolhe no próximo domingo (8) o presidente do partido em Campo Grande. A eleição, marcada para às 9 horas na Câmara Municipal, conta com três concorrentes. Um deles é o atual dirigente, Agamenom do Prado, mas também vão disputar o cargo a presidente da Adufms (Sindicsto dos Docentes da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Mariuza Guimarães, e o advogado Ilmar Renato Fonseca.

Segundo Agamenon, o pleito antecede às preparações para eleição de 2020, que elege vereadores e prefeitos. Dentro do PT, ao menos quatro pessoas já anunciaram intenção em tentar o Paço Municipal de Campo Grande: Pedro Kemp e Cabo Almi, ambos deputados estaduais, o ex-governador Zeca do PT e Eloísa Castro Berro, assistente social.

Mariuza durante discurso em protesto. (Arquivo pessoal).

Contudo, afirma o dirigente, o momento atual e o posterior à eleição para presidente do PT, será de organização interna. Em março, os colocados como possíveis candidatos serão novamente chamados, para que a discussão sobre o nome da legenda nas urnas do ano que vem, seja efetivada. “Vamos definir o candidato até maio do ano que vem”.

Concorrente do atual dirigente, Mariuza afirma que chapas diferentes é “uma prática comum dentro do PT” e que as três candidaturas representam ideias diferentes. “A nossa chapa defende que nós temos de pensar em algumas mudanças de estratégia do partido. Nós, enquanto governo, sofremos um golpe, temos de parar o partido, fazer avaliação e seguir em frente, cumprindo com nossa função”.

Ilmar em foto com o ex-presidente Lula. (Arquivo pessoal).

Diferente de Agamenon que citou quatro nomes de possíveis candidatos, Mariuza afirma que, após algumas discussões,  o grupo político o qual integra “se aproximou” do deputado Pedro Kemp e entendeu que ele seria a pessoa com “experiência e legitimidade” para ser candidato a prefeito em 2020 pelo Partido dos Trabalhadores.

Depois da eleição para presidente municipal, o PT vai discutir a definição de dirigente em Mato Grosso do Sul. Por ora, dois nomes devem disputar, o ex-governador Zeca do PT e Humberto Amaducci, que se candidatou ao Governo do Estado em 2018.

A reportagem tentou contato com Ilmar, por telefone, mas as ligações não foram atendidas.

Mais notícias