Publicidade

Simone lembra ‘recado das urnas’ e recomenda que MDB só lance candidatos competitivos

Senadora afirma que partida ainda deve avaliar possíveis quadros

Apesar do conselheiro Carlos Marun ter defendido, nesta sexta-feira (15), o nome do ex-governador André Puccinelli na disputa pela prefeitura de Campo Grande, em 2020, a senador Simone Tebet preferiu ser cautelosa ao pregar que o MDB relembre o ‘recado’ dado nas urnas, que culminou no encolhimento do partido no Estado.

Marun afirmou, durante reunião da Executiva Estadual, que com sua bagagem, André “não teria grandes dificuldades em disputar novamente o comendo da Capital”. Simone, por outro lado, afirma que o partido tem “uma centena” de afiliados com condições de colocar o nome à disposição.

“Nós temos se não uma centena uma dezena de nomes de afiliados que têm condições de colocar seu nome à disposição”. A congressista vai além e prega que é necessário que a sigla reavalie seus acertos e seus erros e “parar de viver do passado. O recado das urnas tem que ser observado”, alerta.

Apesar do resultado das urnas, que reduziu tamanho do partido no estado, Marun havia afirmado que o partido sairia do diretório estadual ainda mais “unido e fortalecido”, em torno de eventual candidatura de Puccinelli, apesar do deputado Marcio Fernandes também ter se disposto ao cargo.

Alinhada ao discurso do deputado estadual, Simone defende que o MDB lance apenas candidatos competitivos. “Eu advogo que só lancemos candidaturas onde realmente temos condições de ganhar. Lideranças locais com força para se ganhar eleição”, recomenda.

Mais notícias