Sem disputar 3 últimas eleições, PT vai ter candidato para prefeitura em Dourados

Com chapa única, professor assume presidência municipal do PT em Dourados

Sem entrar na disputa das três últimas eleições, em 2020,  o PT vai lançar candidato próprio para prefeitura de Dourados, distante 233 quilômetros de Campo Grande. O nome do candidato ainda não foi definido e deve ser revelado até março do próximo ano. Neste domingo (8), assim como em Campo Grande acontecem as eleições municipais dos diretórios.

Na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul, o professor da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), João Carlos de Souza, assume a presidência. Ele não teve concorrentes, como em Campo Grande. 

Segundo Souza, a decisão por chapa única foi tomada após consenso entre as lideranças do PT na cidade. “É a primeira vez que disputo e assumo a presidência. Natal Ortega é o atual presidente e fica até dezembro no comando do partido”. 

Dourados tem três mil filiados e a expectativa é que 500 pessoas votem neste domingo. Sobre as eleições de 2020, o professor informou que o partido chegou a um acordo de vai ter candidatura própria. “Apresentamos um projeto para a cidade de Dourados e por não termos disputado as três últimas eleições sem candidato próprio, decidimos que vamos ter alguém disputando a cadeira de chefe do Executivo municipal”.

Sobre os nomes dos candidatos, João Carlos informou ter várias possibilidades, incluindo o ex-deputado estadual João Grandão, derrotado nas urnas no ano passado e o vereador de Dourados, Elias Ishy. “Pode ser também o Laerte Tetila, ex-prefeito de Dourados, o professor Damião Duque de Farias, ex-reitor da UFGD e até meu nome foi ventilado dentre as possibilidades”. 

Atualmente, o PT tem apenas um vereador na Câmara de Dourados, o Elias. O partido tem a expectativa de eleger três vereadores em 2020. “Podemos ter apenas 29 candidatos para disputar na Câmara porque não há coligação mais na proporcional. Os nomes são em parte os que citamos como possíveis candidatos para prefeitura, como o João Grandão, professora Gleici que disputou para deputada federal”. 

O PT tem feito mistério sobre os nomes que deve lançar para disputa das prefeituras. Os candidatos devem ser revelados apenas no próximo ano.

Mais notícias