Se é para fazer, tem que fazer agora, diz Lívio sobre CPI dos Ônibus

Câmara dos Vereadores recebeu a proposta para investigar o contrato dos ônibus

O vereador Dr. Lívio Viana argumentou nesta terça-feira (25), logo após a Câmara dos Vereadores receber a proposta de criação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), que se for para realizar uma investigação sobre o contrato dos ônibus que “seja feita agora, não podendo deixar para o ano que vem”.

O requerimento foi proposto pelo vereador Vinícius Siqueira (DEM) e caso avance, poderá investigar supostas irregularidades de descumprimento do contrato milionário assinado pelo Consórcio Guaicurus, concessionária que gere o transporte público de Campo Grande.

O vereador apontou que o pedido é um dos direitos do seu colega de casa, mas teme pela proposta não ir adiante por conta de outros requerimentos e diversas audiências que já foram realizadas em excesso, mas se colocou à disposição para averiguar mais profundamente o caso.

“Eu não sei se isso passa, não se isso resolve. A gente precisa de algo mais concreto e contundente, se é para fazer coisa séria, eu estou junto. Esse tema é debatido há bastante tempo”, pontuou Dr. Lívio.

Já assinaram o requerimento: Vinicius Siqueira (DEM), André Salineiro (PSDB), Cida Amaral (PROS), Dr. Loester (MDB) e Dr. Lívio Viana (PSDB). Um dos requisitos para abertura é o aval de 10 parlamentares.

Se é para fazer, tem que fazer agora, diz Lívio sobre CPI dos Ônibus
Mais notícias