Rose diz que decisão sobre candidatura a prefeita de Campo Grande, só em fevereiro

Deputada federal diz estar focada no mandato, em Brasília

A deputada federal Rose Modesto (PSDB) deve decidir se vai ser candidata a prefeita de Campo Grande só a partir de fevereiro e evitou comentar sobre uma possível mudança de partido. O PP nacional divulgou abertamente o convite de filiação feito para a deputada, mas por enquanto, não houve resposta por parte da parlamentar.

Em setembro, o PP nacional esperou uma resposta de Rose para que ela também assumisse a presidência do partido, além de ser candidata a prefeita da Capital, mas com a recusa inicial, nomeou o deputado estadual Evander Vendramini como presidente. 

Os tucanos fizeram o compromisso de apoiar a reeleição do prefeito da Capital, Marquinhos Trad (PSD), devido a campanha feita por Trad para o governador Reinaldo Azambuja, nas eleições do ano passado. 

Com esse cenário e sem espaço para candidatura no partido, Rose teria ficado insatisfeita com o PSDB, pois revelou ter o sonho de ser prefeita da Capital. Em 2016, ela disputou a eleição com Trad, indo para o segundo turno, mas sendo vencida nas urnas. 

Eleita com mais de 120 mil votos para a Câmara Federal, por enquanto, a deputada diz estar focada no seu mandato. “Vou deixar para decidir sobre minha candidatura à prefeita a partir de fevereiro”, destacou.

Evander Vendramini esteve em Brasília na semana passada e disse ter conversado com Rose. “O convite está mantido, mas ela tem gratidão ao PSDB e quer sair numa boa”.

Em nota, o PSDB estadual afirmou que Rose está mais forte do que antes e Reinaldo tem muita admiração por ela. “Ano passado teve mais de 120 mil votos para deputada federal. Foi vice-governadora”. O PSDB afastou boatos de expulsão de Rose do partido. 

Mais notícias