Resumo da semana: Evento em Bonito reuniu 5 países e deputado denunciou ataque

MDB promoveu pesquisa para definir candidato a prefeito em Campo Grande e, em Dourados, vereador reassumiu cargo

Em mais uma semana, atritos entre parlamentares fizeram parte das sessões nas Casas de Leis de Mato Grosso do Sul e Campo Grande. Os partidos se movimentaram de olho na eleição de 2020 nesta semana e evento em Bonito reuniu ministros de cinco países.

Vereador André Salineiro, do PSDB, durante o Midiamax Entrevista. (Thauanny Maíra, Jornal Midiamax).

Foco no mandato

O vereador André Salineiro (PSDB) foi o convidado do Midiamax Entrevista desta semana. Em resumo, o parlamentar falou que não pensa em reeleição e que sente falta do trabalho desempenhado na PF (Polícia Federal).

Ministro e senador de MS nos Estados Unidos

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM/MS), e o senador Nelson Trad Filho (PSD/MS) acompanharam o presidente Jair Bolsonaro (PSL) em viagem aos Estados Unidos para assembleia da ONU (Organização das Nações Unidas).

Cirilo chegou atrasado, mas conseguiu assinar termo de posse (Renato Giansante, Midiamax)

Volta ao cargo

Em Dourados, o vereador Pedro Pepa (DEM) reassumiu o cargo na Câmara Municipal, depois de faltar no primeiro dia em que teria de retornar. Só na quinta-feira (26), como forma de garantir não estar infringindo medidas cautelas impostas pela Justiça, o parlamentar retomou o posto. Ele e Cirilo Ramão (MDB), haviam sido afastados no dia 30 de agosto, em virtude de decisão judicial que culminaram com as prisões de ambos durante uma sessão especial.

Visita adiada

Guilherme Boulos (PSOL), que disputou a eleição para presidente em 2018, visitaria Campo Grande na quarta-feira (25), mas cancelou o encontro. De acordo com o presidente regional do PSOL em Mato Grosso do Sul, Lucien Resende, a agenda foi cancelada agora, porque a intenção é que Boulos percorra outras cidades de MS, além de Campo Grande.

Lideranças em encontro do MDB (Reprodução, Instagram)

Eleições 2020

O MDB em Campo Grande começou a rodar pesquisa, segundo o deputado Márcio Fernandes, para avaliar qual liderança é melhor recebida pela população, para ser candidato a prefeito no próximo ano. A lista tem a senadora Simone Tebet, o deputado Márcio Fernandes e o ex-governador do Estado, André Puccinelli. As lideranças asseguram que terão candidatura própria em 2020.

‘Bronca’

O presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador João Rocha (PSDB), usou a tribuna nesta semana para pedir respeito aos vereadores. O episódio ocorreu depois que o vereador André Salineiro (PSDB) rasgou papéis ao reclamar da rejeição dos colegas a dois projetos de sua autoria.

O deputado estadual Coronel David e a senadora Soraya Thronicke, de MS

Homenagens e celular invadido

Na Assembleia Legislativa, a rusga envolveu mais questões internas do PSL, do que o trabalho entre os deputados. O deputado Coronel David usou a tribuna para falar de um vídeo cuja autoria seria de um militante de seu partido que atribuía ao parlamentar o projeto que homenageou o ex-senador Delcídio do Amaral, ex-PT, hoje no PTB. Além disso, alguém teria invadido o celular do deputado, já que o vídeo em questão foi divulgado no status do Whatsapp.

David não foi autor da comenda, apenas votou favorável ao projeto de Neno Razuk (PTB). O parlamentar do PSL foi autor do título de cidadão sul-mato-grossense ao presidente Jair Bolsonaro e disse que votou a favor da homenagem ao ex-petista em troco do apoio de Neno na votação do título de Bolsonaro. O PSL de MS afirmou repudiar qualquer invasão de celular e negou ter envolvimento com o caso.

Ministra Tereza Cristina durante pronunciamento em evento do Brics.(Leonardo de França, Jornal Midiamax).

Brics em Bonito

Bonito, principal cidade turística de Mato Grosso do Sul, foi sede do Brics, boloco econômico formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. O evento ocorreu entre 25 e 26 de setembro. A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina (DEM/MS), foi a anfitriã do evento. A intenção do encontro foi assinar a Carta de Bonito, documento com metas conjuntas no setor agropecuário entre os cinco países.

Suficientes

Saiu na quarta-feira (25) acórdão do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), no qual afirma existência de provas suficientes para tornar o filho do governador Reinaldo Azambuja, Rodrigo Souza e Silva, réu por roubo majorado.

Condenação

O ex-prefeito de Mundo Novo e ex-candidato ao governo de Mato Grosso do Sul em 2018, Humberto Amaducci (PT), foi condenado por improbidade administrativa por nepotismo, após nomear o cunhado, Natanael Nunes Machado, como assessor especial na prefeitura, em 2013, quando o petista foi eleito prefeito. A decisão é de 13 de setembro e cabe recurso. Ao Jornal Midiamax, Amaducci informou que a decisão cabe recurso.

Mais notícias