Publicidade

PMA prende infrator por pesca predatória, apreende redes, barco e pescado

Policiais Militares Ambientais de Aparecida do Taboado realizavam fiscalização fluvial hoje (15) no município de Selvíria e prenderam um pescador por pescar com redes de pesca (petrechos proibidos). O infrator pescava no rio Paraná e foi surpreendido no momento em que conferia as redes de pesca armadas no rio. Dois peixes (1 kg) que tinham sido retirados das redes e que estavam vivos foram soltos. As redes utilizadas na pescaria ilegal foram apreendidas.

O pescador (47), residente Selvíria, foi autuado administrativamente e multado em R$ 700. Ele responderá por crime ambiental de pesca predatória. A pena é de uma a três anos de detenção.

Durante a detenção do pescador, dois infratores que estavam em outra embarcação do outro lado do rio pescando com redes, fugiram pela mata ao avistar os Policiais. A equipe realizou diligências, mas não encontrou os pescadores. Foram apreendidos um barco e um motor de popa, além de 20 kg de pescado e redes de pesca abandonados pelos infratores.

Os pescadores fugitivos, se identificados, serão autuados administrativamente e multados entre R$ 700 e R$ 100 mil cada um e responderão pelo crime de pesca predatória. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

Felizmente a PMA prendeu os elementos no início da pescaria, haja vista que esses petrechos têm grande poder de captura e dizimação de cardumes e a rapidez possibilitou que os infratores tivessem matado apenas 20 kg de pescado.

Mais notícias