Publicidade

PGJ e Corrêa se reúnem para tentar entendimento sobre emenda

Encontro ocorre a portas fechadas na tentativa de chegar a um entendimento sobre emenda dos deputados que proíbe promotores de investigarem autoridades com foro privilegiado

Encontro ocorre a portas fechadas no gabinete do PGJ, na sede do Ministério Público. Foto. Arquivo.

O PGJ (Procurador-Geral de Justiça) de Mato Grosso do Sul, Paulo dos Cézar dos Passos, está reunido neste momento com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Paulo Correa (PSDB), para tratar da emenda que centraliza investigações contra agentes protegidos por foro privilegiado.

O encontro ocorre a portas fechadas no gabinete de Paulo Passos. O Jornal Midiamax esteve no local, mas foi impedido pela assessoria de imprensa de permanecer no prédio do órgão público até o final da reunião.

A intenção é que a conversa entre o presidente da Assembleia e o Procurador-Geral possa amenizar a crise entre deputados e o MP (Ministério Público), deflagrada com a emenda que proíbe o PGJ se delegar aos promotores investigações envolvendo agentes públicos.

Esta quarta-feira (02) havia sido o prazo informado pelo relator da emenda, deputado estadual Gerson Claro (PP), para a entrega do parecer na CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Redação). Contudo, o parlamentar optou por aguardar o resultado da reunião desta tarde, tida como decisiva nas tentativas de acordo entre a Assembleia e o MP.

“Clima favorável”

Para a ASMMP (Associação Sul-Mato-Grossense dos Membros do Ministério Público), o clima é favorável a um entendimento visto que três deputados já retiraram as assinaturas de apoio à emenda. Segundo o presidente da entidade, promotor de Justiça Romão Ávila, a Associação está aguardando um consenso e também espera o resultado do encontro de hoje entre os chefes do MP e da Assembleia.

 

 

Mais notícias