PDT orienta vereadores a assinarem abertura de CPI dos ônibus

Executiva municipal do partido divulgou nota sobre o assunto.

A executiva municipal do PDT divulgou nota de apoio à proposta de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Consórcio Guaicurus, recebida pela Câmara Municipal de Campo Grande na terça-feira (25). O partido orientou seus dois vereadores a assinarem pela abertura da investigação. O pedido já conta com cinco assinaturas.

Conforme a nota, ‘a insatisfação popular com os serviços do transporte público é grande e as denúncias são inúmeras e graves’. Os vereadores que querem apurar a série de denúncias envolvendo inúmeros problemas no transporte coletivo de Campo Grande lembram que há dois anos tentam dialogar, mas são completamente ignorados.

Segundo a última atualização oficial, cinco vereadores assinaram o requerimento: Vinicius Siqueira (DEM), André Salineiro (PSDB), Cida Amaral (PROS), Dr. Loester (MDB) e Dr. Lívio Viana (PSDB). Para a abertura da CPI serão necessárias dez assinaturas. Já os vereadores pedetistas Ademir Santana e Odilon de Oliveira ainda não se manifestaram em relação ao assunto.

Confira a íntegra da nota divulgada pela executiva do partido em Campo Grande:

NOTA OFICIAL N. 01/2019

O Partido Democrático Trabalhista de Campo Grande-MS, através de sua Executiva Municipal deliberou por unanimidade indicativo de apoio à CPI do Consórcio Guaicurus.
A insatisfação popular com os serviços do transporte público é grande e as denúncias são inúmeras e graves.
Assim, o PDT de Campo Grande fechou questão favorável e orienta os seus vereadores a assinar pela abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito.

Campo Grande-MS, 26 de junho de 2019

Partido Democrático Trabalhista
Diretório Municipal de Campo Grande-MS

Mais notícias