Publicidade

PDT aprovou indicativo à reeleição de Rodrigo Maia na Câmara, anuncia Dagoberto

Indicativo foi aprovado neste sábado (12)

Por maioria de votos, a bancada do PDT decidiu indicar, neste sábado (12), apoio à reeleição do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O democrata conta com o PSL de Jair Bolsonaro e a maioria das legendas que compõem o chamado ‘Centrão’. Com isso, o favorito enfraquece a oposição ao governo.

A aprovação do indicativo foi confirmada pelo deputado reeleito Dagoberto Nogueira. “Fizemos um indicativo autorizando o presidente do partido, Carlos Lupi, e o líder na Câmara, deputado André Figueiredo, a continuar as tratativas com o Maia”, disse ao Midiamax.

Dagoberto pondera, no entanto, que o indicativo ainda não significa um apoio definitivo à candidatura do democrata, mas abre espaço para que a executiva do partido negocie cargos na nova composição da Mesa Diretora da Casa de Leis.

“Vamos conversar com ele, tem algumas comissões que nos interessam, relatorias, matérias importantes que queremos colocar em votação”, justifica. Caso a tendência de apoio ao deputado carioca se concretize, o PDT pode ajudar a mitigar candidaturas à esquerda e enfraquecer a oposição ao governo de Bolsonaro.

Ele acredita que Maia não deve ter tanta dificuldade para se manter à frente da Mesa Diretora. “Tudo indica que pode ser uma candidatura única”. O parlamentar ainda minimizou a força da então candidatura de Marcelo freixo (PSOL-RJ), em oposição a Maia. “Ah, é muito difícil para ele. Lançaram a candidatura da Luiza Erundina [PSOL], mas só conseguiram 10 votos”, diz.

“Extremos assim é muito difícil. Ninguém quer um candidato do governo, mas também não quer outro que é totalmente contra o governo. Já passamos um momento difícil com o Eduardo Cunha [deputado preso em novembro de 2016] e isso serviu de lição para a Casa”, finaliza.

Mais notícias