Publicidade

‘O que está por vir, pode derrubar o capitão’: no Twitter, Carlos Bolsonaro denuncia suposto plano de golpe

Frase com pontuação errada gerou polêmica e equívoco nas redes sociais

O filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), vereador Carlos Bolsonaro postou nesta quarta-feira (15) no Twitter que ‘o que está por vir, pode derrubar o capitão eleito’. Com pontuação equivocada, o conteúdo soou enigmático e ameaçador, mas logo foi explicado por meio do vídeo anexado ao conteúdo.

“Onde estão os caras feias, os identificadores de problemas, os escritores de cartas para aliados ‘desbocados’? O silêncio não tem nada a ver com a descoberta de seus devidos lugares. O que está por vir, pode derrubar o Capitão eleito. O que querem é claro!”, diz a postagem.

Junto,  Carlos Bolsonaro divulgou um vídeo de 13 minutos de um youtuber chamado Daniel Lopez, intitulado “Já está tudo engatilhado em Brasília para derrubar Bolsonaro, mas você pode ajudar”. No vídeo, Lopez afirma que “já está tudo engatilhado lá em Brasília, tudo engatilhado para detonar com o governo, pegar o Brasil, esmagar assim, amassar e jogar no lixo”.

Na sequência, ele afirma que Bolsonaro está sob “enorme pressão” do Centrão. Segundo o youtuber, há “um enorme problema aí” que poderá colocar Bolsonaro numa situação crítica: Se voltar a ter sete ministérios a mais, prossegue, o presidente não terá recursos para arcar com as despesas do governo. O desfecho, conclui, seria pedalada fiscal e crime de responsabilidade, uma situação que poderá servir para justificar um pedido de impeachment.

Ele convoca, então, os apoiadores de Bolsonaro a pressionar o Congresso a fazer votação nominal da MP 870, uma forma de identificar nominalmente cada parlamentar votante. O conteúdo revela uma possível manobra para o impeachment do presidente e explica a postagem do vereador não como uma ameaça pessoal, mas uma possibilidade, explicada por um youtuber.

Mais notícias