Nelsinho diz que educação passa por ‘turbulência’ passageira

Senador afirmou que problemas no Ministério da Educação são evidentes, mas acredita em melhora

O senador Nelsinho Trad (PSD) afirmou que espera que os problemas que o MEC (Ministério da Educação) tem passado, com a troca de comando e de pessoas do alto escalão da pasta, como o presidente do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), que já está no terceiro nome em cinco meses, seja uma “turbulência passageira”.

“É indiscutível que uma turbulência evidente está acontecendo no Ministério da Educação. Eu como parlamentar e cidadão brasileiro, que prioriza sempre a educação como único caminho para transformação da sociedade, espero que essa turbulência possa ser passageira”, declarou o parlamentar.

Nelsinho afirmou também que espera que o novo presidente do Instituto, Alexandre Ribeiro Pereira Lopes, possa “conduzir o órgão da melhor forma possível”. “A fim de contemplar a sociedade brasileira com uma educação do mais alto nível, que é o que todos nós esperamos”.

Troca

Alexandre Ribeiro Pereira Lopes é servidor público de carreira e atualmente estava na Secretaria Executiva da Casa Civil da Presidência da República, mesmo órgão do ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Lopes entra no lugar do delegado Elmer Coelho Vicenzi, que assumiu o cargo no dia 22 de abril deste ano e não tinha nem um mês à frente da autarquia, quando foi exonerado, na quinta-feira (16), pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL)

De acordo com o Ministério da Educação, a saída de Vicenzi teria ocorrido a pedido, entretanto, há a especulação de que ele tenha sido demitido, assim como seu antecessor, Marcus Vinicius Rodrigues.

O Inep é responsável pelo Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), principal avaliação feita pelo Governo Federal e que credencia os estudantes a uma vaga em instituições públicas de ensino superior. O órgão também aplica o Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica), que é aplicado desde a alfabetização até o ensino médio, e faz os censos Escolar e da Educação Superior.

Mais notícias