Midiamax Entrevista: Marquinhos promete baixar taxa de iluminação após instalar LED

Prefeito ainda falou sobre obras em andamento e eleições do ano que vem

Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) foi recebido nesta segunda-feira (21) pelo Midiamax Entrevista e detalhou obras e projetos para a cidade, como a entrega do Reviva Centro e de novos ônibus para o transporte coletivo. Alem disso, prometeu diminuir a cobrança da Cosip (Custeio do Serviço de Iluminação Pública) após a troca de mais de 80% das lâmpadas para LED.

“No início da administração fui reconhecido como o segundo prefeito que mais cumpriu o plano de governo apresentado nas eleições. Vamos terminar a administração com 100% das promessas cumpridas”.

O líder do executivo municipal explicou ainda que o retorno da cobrança do ISSQN (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza) ao Consórcio Guaicurus não vai onerar em possível aumento do valor da passagem de ônibus para os usuários.

Com a primeira etapa prevista para ser entregue ainda neste ano, o Reviva Centro na Rua 14 de Julho incluiu drenagem, troca de rede de esgoto, rede elétrica, pluvial, aparelhamento das calçadas, implementação de paisagismo e iluminação em LED. “Vamos ter ainda wi-fi grátis, mais de 120 mudas de plantas do Cerrado e terminando esta etapa, vamos fazer a Rua Calógeras, Rui Barbosa e Dom Aquino, todo o quadrilátero central”, explicou o prefeito. 

Na Avenida Bandeirantes, o recapeamento vai melhorar o tráfego de ônibus. “Era impossível de fazer o itinerário da Bandeirantes pelo incômodo. Era estressante, parecia um tobogã. Será entregue o recapeamento completo, com drenagem’.

Sobre as ruas, segundo Marquinhos Trad, levantamento da Prefeitura aponta que 7 mil buracos tampados em Campo Grande equivalem a cerca de 1 quilômetro de recapeamento. “Ou a gente faz recapeamento de mais de 2 mil quilômetros de asfalto ou faz tapa buraco”, indicando que o serviço ainda é a solução mais barata para a conservação das vias da cidade.

Ônibus

Atualmente com 558 ônibus na frota, o Consórcio Guaicurus tem 33 unidades com ar-condicionado e 17 com climatizadores. “É pouco se comparar com a quantidade de ônibus, mas nós temos que levar em conta que não é obrigação da empresa fornecer. Nós conseguimos esses ônibus após muita conversa”.

O prefeito também pontuou que o valor da tarifa aumentou apenas R$ 0,25 na sua administração, ao longo de quatro anos. “Façam um comparativo entre 2013 até 2018 e vejam o quanto aumentou. Também é preciso lembrar que não compete ao prefeito aumentar o valor do combustível. É uma decisão da União. Também não controlo o índice da inflação, nem o reajuste do salário dos motoristas. Nós tentamos negociar o melhor para não impactar no bolso da população”.

Confira a entrevista de Marquinhos Trad na íntegra:

https://www.facebook.com/midiamax/videos/491630988351145/

 

 

 

Mais notícias