Mattogrosso é reconduzido ao comando do PSDB e quer fortalecer base na Câmara

Vereador destacou que legenda deve acolher lideranças de outros partidos

O vereador João César Mattogrosso foi reconduzido na manhã deste domingo (14) à presidência do diretório municipal do PSDB, em Campo Grande. A convenção teve início às 8h30 e, antes de meio dia, as urnas já acusavam 170 dos 174 votos pela manutenção do vereador no cargo.

De acordo com Mattogrosso, que permanece à frente do diretório até 2021, a estratégia do PSDB para o próximo mandato será manter o fortalecimento da legenda na Câmara dos Vereadores – atualmente, o PSDB conta com a maior bancada da Casa, com 7 representantes do partido.

O vereador destacou que o fim das coligações em eleições proporcionais, tais como as de vereadores, reforça a necessidade de fortalecer a legenda. “A principal estratégia é manter a base grande na Câmara, repetir esse feito. Vamos buscar isso dentro do partido, mas não é fácil montar uma chapa única sem novos participantes”, aponta Mattogrosso.

Ele se refere à possibilidade de acolher lideranças de outras legendas, que poderão – dentro dos prazos legais – migrar para o PSDB. A propósito, estiveram presentes mais cedo na convenção os vereadores Valdir Gomes (PP), Carlão (PSB), Vinícius Siqueira (DEM) e Junior Longo (PSB) e William Maksoud (PMN). Gomes, inclusive, já havia anunciado saída do PP após insatisfação com o partido.

O vereador considerou que nas eleições municipais de 2020, próximo ano, o PSDB deve permanecer ao lado de Marquinhos Trad (PSD). “É a tendência natural, levando em conta que ele foi um grande aliado nas eleições para governo do Estado”, apontou.

Definição nos diretórios

Entre os dias 29 de março e 1º de abril, o PSDB definiu as presidências municipais de diretórios de quase todo Mato Grosso do Sul. Faltavam, até então, a eleição nas cidades de Campo Grande, Pedro Gomes, Antônio João e Corumbá. Em Pedro Gomes, a convenção aconteceu dia 7 de abril.

Nas outras 75 cidades do Estado, os tucanos têm novos dirigentes para exercer o mandato de 2019 a 2021, e que votam na eleição que vai escolher a nova executiva regional do PSDB. O comando regional tucano deve ser definido após embate entre os deputados federais Beto Pereira e Rose Modesto.

Mais notícias