Publicidade

Marun defende nome de Puccinelli para disputar prefeitura de Campo Grande

Ex-ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB) aposta no ex-governador André Puccinelli como nome do partido na disputa pela prefeitura de Campo Grande, em 2020. Além dessa possibilidade, o conselheiro de Itaipu também idealiza Puccinelli na corrida eleitoral por uma nas 24 cadeiras da ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), em 2022.

Apesar do resultado das urnas, nem outubro, que resultou no encolhimento do MDB nas casas legislativas e no Senado, Marun acredita que o partido sai da reunião no diretório da executiva estadual, nesta sexta-feira (15), ainda mais “unido e fortalecido”, em torno de eventual candidatura de Puccinelli, apesar do deputado Marcio Fernandes também ter se disposto ao cargo.

“O que nesse momento temos que avaliar é o que nós temos hoje. Partido unido na figura do André e se preparando para próximas eleições onde nós teremos candidato na maioria dos municípios e certamente teremos candidato em Campo Grande”, completa.

Com bagagem de ter chefiado o Paço Municipal por oito anos, diz o aliado, Puccinelli não teria grandes dificuldades em disputar novamente o comendo da Capital, entretanto, cabe a ele a decisão. “Eu não vejo muita dificuldade pelo nome para disputar eleição aqui em Campo Grande, sem dúvida o André é o nome mas depende da disposição dele”, diz.

Outra alternativa para o líder do partido seria, vislumbra Marun, seria André concorrer ao cargo de deputado estadual nas eleições de 2022. “Vejo o André como figura a estadual, talvez o mais indicado seria que ele disputasse as eleições de 2022, mas isso também vai depender da discussão do partido”, pondera.

 

Mais notícias