Justiça Federal autoriza transferência do ex-presidente Lula para São Paulo

Ex-presidente está preso na sede da PF em Curitiba desde abril de 2018

A juíza federal Carolina Lebbos autorizou, na manhã desta quarta-feira (7), a transferência do ex-presidente Luiz Inácio da Silva (PT) que está detido na carceragem a , em Curitiba, para uma prisão em São Paulo.

Na decisão, Lebbos afirma que não há mais justificativa para manter na sede da PF. “As razões de segurança, preservação da ordem e administração da Justiça inicialmente presentes não mais justificam a manutenção no local de condenação”, afirma em decisão publicada no sistema da do Paraná às 8h46.

A transferência de foi um pedido do superintendente da , Luciano Flores, que argumenta que a prisão do petista altera a rotina do prédio da PF. A defesa do ex-presidente defende que, com a mudança, o ex-presidente poderia ficar mais perto da família.

No despacho, a magistrada informou que ficará a cargo da Execução Penal de São Paulo decidir onde ele ficará. “Constata-se a plena pertinência de transferência do executado ao Estado de São Paulo, onde em princípio poderá o executado ser custodiado com a segurança necessária ao caso, em condições adequadas e em atendimento ao interesse público”, registrou na decisão.

está preso desde o dia 7 de abril de 2018 em uma cela especial na sede da PF paranaense, por ter sido condenado no caso do triplex do Guarujá a uma pena de 8 anos e 10 meses de detenção.

Justiça Federal autoriza transferência do ex-presidente Lula para São Paulo
Mais notícias