Fábio Trad e auditora do TCE-MS trocam farpas no Twitter em discussão sobre Lula e PT

Auditora sugeriu para 'esfregarem na cara' de deputado federal notícia que mostra suposta ligação do PCC com o PT

O deputado federal Fábio Trad (PSD) e auditora de controle externo do TCE-MS (Tribunal de Contas de Mao Grosso do Sul) trocaram farpas no Twitter em meio a discussão sobre a transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a um presídio de São Paulo e a divulgação de um áudio em que um líder do PCC afirma que a facção criminosa tinha um “diálogo cabuloso” com o PT.

A discussão começou quando um usuário da rede social compartilhou uma notícia com a informação sobre o áudio do líder do PCC acrescido do seguinte comentário em referência ao Partido dos Trabalhadores: “Esfregue isso na cara de quem defende a quadrilha”.

Em resposta, a auditora disse: “Tipo na cara desse Deputado daqui do MS”, e compartilhou um vídeo em que Fábio Trad faz um discurso ao presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, em que se posiciona contra a transferência de Lula para SP e pede que o ministro e os membros da Corte impeçam a mudança do ex-presidente.

Diante do ataque da auditora do TCE-MS, Fábio Trad rebateu: “Lamentável ver uma auditora de controle externo do Tribunal de Contas de MS aderir à onda da extrema direita fanática. Estranho isso pois quando me contratou para advogar pelos seus direitos, dizia que lutava pela lei. Agora, quando se trata de inimigo político, a lei não vale”.

A discussão continuou com a auditora dizendo que um “legislador republicano, de verdade, não defende bandidos” e afirmou que o “PT é sim uma organização criminosa e tem até diálogos com o PCC”.

Fábio Trad, por sua vez, argumentou: “Todo extremista é virulento no seu ódio. Cabe ao legislador comprometido com a CF racionalizar o debate e convencer a maioria do povo de que o Brasil precisa superar radicalismos e não abrir mão da democracia como o único caminho para o avanço”.

Mais notícias