Em operação, Gaeco encontra armas e conduz esposa do prefeito de Bela Vista

Reinaldo Pity estava em Campo Grande no momento da operação, informou a prefeitura

Operação Linha Marcada II, deflagrada na manhã desta quinta-feira (04) pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) em Bela Vista, resultou na condução da esposa do prefeito Reinaldo Pity (PSDB) após policiais encontrarem duas armas de fogo. Foram cumpridos dois mandados de prisão expedidos pelo TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), sendo um na residência do prefeito e outro em seu gabinete.

Segundo informado pelo Gaeco, a operação decorre de investigação instaurada para apurar suposto envolvimento do tucano nos crimes de fraudes a licitações e desvios de verba pública. Nos trabalhos desta quinta-feira, foram apreendidos também R$ 4.300,00 em dinheiro.

Policiais do Gaeco estiveram na residência do prefeito. Foto. Divulgação Gaeco.

Conforme informado pela prefeitura, Reinaldo Pity não estava no município no momento da operação, pois tinha vindo a Campo Grande participar de evento na Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul). Por isto, após serem encontradas armas a esposa dele foi conduzida por porte ilegal de arma de fogo. A reportagem tenta contato com o prefeito desde o início da manhã, mas não obteve resposta.

O vice-prefeito Gabriel Boccia (PTdoB) está no Paço Municipal nesta tarde e se colocou à disposição da população, mas informou não ter acompanhado os trabalhos do Gaeco. “Eu rechaço qualquer tipo de atitude ilícita, só que também a gente não pode condenar ninguém. Tem que ter um pouco de cuidado nesse momento”, ponderou.

Linha Marcada I

A primeira etapa da operação que apura desvios no município foi deflagrada em abril do ano passado e além de Bela Vista incluiu a cidade de Caracol. Na ocasião, foram cumpridos oito mandados de prisão e 19 de busca e apreensão. Conforme o Gaeco, na ocasião foram coletados indícios de participação do prefeito e a sequência das investigações resultou na operação Linha Marcada II. (Com assessoria)

Mais notícias