Em encontro estadual, Esacheu Nascimento confirma ida para o PP

Partido reúne lideranças para discutir rumos da eleição de 2020

Presidente da Santa Casa de Campo Grande, Esacheu Nascimento, anunciou, durante evento do PP nesta sexta-feira, que se filiou ao PP. O presidente do partido em Mato Grosso do Sul, deputado Evander Vendramini, já tinha dito que o dirigente havia trocado o MDB pelo PP.

Em discurso, o presidente da Santa Casa destacou o trabalho feito à frente da instituição de saúde, a maior de Mato Grosso do Sul, que, segundo ele, estava desaparelhada. “Podemos eleger pessoas que podem ser muito simpáticas, mas sem projeto não se conduz um município para onde se quer”, comentou sobre o processo eleitoral.

Agora no Progressista, Esacheu afirmou que quer ajudar a eleger vereadores e prefeitos em 2020. Ao lado dele na mesa de autoridades, os deputados Neno Razuk (PTB), Cabo Almi (PP) e Evander Vendramini, presidente do PP em MS.

Presidente municipal da legenda, o vereador Cazuza afirmou que é ‘tempo de união no PP’ e destacou que, sozinhos, ‘não avançaremos em nada’. Colega de bancada na Câmara Municipal, Dharleng Campos afirmou que Evander Vendramini ‘é o cara do partido’ e agradeceu pela união trazida por ele.

“O PP é minha casa, onde eu nasci como vereadora. Sou vereadora que gasta a sola do sapato e representa as mulheres e os homens também. Fiscalizados e batemos em cima do Executivo porque essa é a nossa tarefa”.

O discurso dos progressistas ocorre depois de uma fase de racha interno. Uma ala do PP, incluindo a vereadora, se mostrava insatisfeita com o ex-prefeito Alcides Bernal, que comandou o partido até agosto. Outro que criticava o chefe do Executivo municipal, o vereador Valdir Gomes (PP) não compareceu, até agora, ao evento do partido, assim como Bernal que disse estar em viagem.

Mais notícias