Desafio: Em 50 minutos, vereador Betinho ouve queixas sobre atrasos e até chuva dentro de ônibus

Parlamentar precisou pegar dois ônibus até a Câmara Municipal, em um trajeto que duraria 15 minutos de carro

O trajeto de ônibus de 50 minutos entre a residência do vereador Betinho (PRB) até a Câmara Municipal de Campo Grande foi suficiente para usuários listarem atraso nas linhas e até água dentro do veículo quando chove como problemas do transporte coletivo. Nesta quinta-feira (dia 18), o Jornal Midiamax chegou ao sexto dia na ‘andança’ com os parlamentares que toparam pegar coletivo para cumprir agendas de trabalho.

Betinho mora no Bairro Estrela Park, bem próximo do Bairro Tiradentes. Ele e a equipe de reportagem pegaram o primeiro ônibus, da linha 512, por volta das 6h45. Essa é a mesma linha que muitas mulheres que trabalham no Residencial Damha utilizam para chegar às residências.

A reclamação é que já chegam cansadas nas casas, onde vão encarar trabalho pesado de limpeza, porque as linhas vem sempre muito lotadas. Provavelmente pelo horário e o período de férias escolares, o coletivo que Betinho pegou tinha poucas pessoas. Só a rede estadual de ensino retomou as aulas, contudo, pelo horário, o aluno que anda de ônibus precisa pegar linhas mais cedo.

Quem estava por lá, no entanto, não deixou de comentar com o parlamentar sobre as linhas escassas e atrasos. “O que me chamou atenção foi isso”, disse o vereador. Outra situação ligada ao transporte foi observada por Betinho. Nenhuma das linhas da região passa na frente do posto de saúde e muitas mães com filhos precisam andar ao menos seis quadras para conseguir chegar à unidade.

O trajeto do ponto de ônibus no Estrela Park até a continuidade da Avenida Joaquim Murtinho durou 20 minutos. De lá, o parlamentar subiu no 062 com destino à Câmara Municipal de Campo Grande, na Avenida Ricardo Brandão. De 50 minutos nos ônibus, o percurso seria feito em 15 minutos de carro.

Mais notícias