Deputados destacam união da bancada e habilidade de Marquinhos ao aplicar recursos

‘Tudo o que ele promete, ele cumpre’, disse Dagoberto

Em reunião com o prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad (PSD) na Esplanada Ferroviária nesta sexta-feira (20), deputados e senadores da bancada federal de Mato Grosso do Sul destacaram a união entre os partidos para conseguir recursos para Campo Grande e a habilidade do prefeito em aplicar as emendas.

“Tudo o que ele promete, ele cumpre. Repassei recursos para os vereadores e todos eles foram aplicados conforme combinamos com o prefeito Marquinhos. Ele faz e é preciso também elogiar a equipe dele”, ressaltou o deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT).

O parlamentar relembrou um episódio de gestão passada, quando tinha R$ 2,9 milhões para destinar a 28 Ceinfs de Campo Grande. O então prefeito, não citado por Dagoberto, teria encaminhado três pessoas a Brasília.

“Perguntei se eram técnicos, porque precisava de gente com projeto para viabilizar os recursos, e eles disseram que estavam lá para aprender. O prefeito da época ainda veio me perguntar, desconfiado, se eu queria algo em troca por destinar a emenda. No fim, perdemos os recursos”, contou.

Senador, Nelson Trad Filho (PSD) destacou que a bancada era composta por oposição, centro e direita, mas que está unida para organizar os projetos e entregar resultados para o Estado.

“A obra mais importante do Marquinhos não foi a revitalização da Rua 14, mas ele conseguir resgatar a harmonia da cidade. Isso contagia a Câmara Federal. É preciso ter harmonia municipal para conseguir destravar recursos. A nossa cidade tem uma fama boa em Brasília, que caiu um pouco com a última gestão, é verdade. Mas que estamos resgatando”, comentou o irmão do prefeito.

Vander Loubet (PT) disse que parece ser fácil ser prefeito, mas que não é. “O resultado de uma boa gestão passa pelo Congresso e por uma boa equipe, como a do Marquinhos. Ele tem a capacidade de somar e não depende de divergências políticas”, disse.

Marquinhos comentou que o campo-grandense havia perdido o encanto pela cidade. “Já não sabia nem o hino e nem as cores da bandeira. Esse é um momento que estamos passando e queremos que o próximo gestor tenha carinho e dedicação pela nossa cidade. Esse que a nossa equipe está deixando. Quando assumimos, encontramos um sistema econômico com R$ 132 milhões de receita e R$ 119 milhões de despesas”, disse.

Prefeito demonstra aplicação de recursos em Campo Grande (Marcos Ermínio, Midiamax)

Emendas

A agenda realizada na Esplanada foi para demonstrar à equipe da Prefeitura o trabalho conjunto feito com a bancada federal no levantamento de verbas para Campo Grande, por meio do repasse de emendas.

Os deputados mostraram o trabalho no Congresso e a administração, a aplicação dos recursos repassados à cidade.

 

Mais notícias