Deputados de MS votam a favor da redução da idade mínima para professores

Destaque votado favorece educadores em uma das regras de transição

Na tarde desta sexta-feira (12), a Câmara dos Deputados aprovou por unanimidade, o destaque de n°43, do PDT (Partido Democrático Trabalhista) que estabelece o favorecimento para aposentadoria dos professores que entraria em uma das regras de transição, onde exige pedágio de 100% de tempo que ainda falta para se aposentar. Os parlamentares de Mato Grosso do Sul votaram a favor da redução.

Os deputados federais Beto Pereira (PSDB), Rose Modesto (PSDB), Dagoberto Nogueira (PDT), Tereza Cristina (DEM), Fabio Trad (PSD), Luiz Ovando (PSL), Loester Carlos (PSL) e Vander Loubet (PT) votaram a favor dos professores, tendo o placar do plenário 465 a 25.

A idade mínima exigida dos professores nesta regra, que poderá ser solicitada pelos trabalhadores na ativa, ficou determinado da seguinte maneira: 52 anos para mulher e 55 anos para homem, idades diferentes do texto-base que previa 55 para mulheres e 58 para homens.

Mais notícias