Divisão ou criação de MS? Deputado quer mudar verbo usado em decreto de 1979

Segundo João Henrique (PL), uso do termo 'divisão' confunde sobre surgimento do estado

O deputado estadual João Henrique (PL) apresentou nesta quinta-feira (29) um projeto de lei para modificar a redação do anexo da Lei 3945, de 4 de agosto de 2010, que institui o calendário oficial de eventos no Estado. A proposta é que o anexo referente ao dia 11 de outubro passe a utilizar a redação ‘criação’ e não mais ‘divisão do Estado de Mato Grosso do Sul.

Segundo o parlamentar, o objetivo é adequar o texto e contribuir para a criação de uma identidade cultural sul-mato-grossense. “Meu avô promulgou a lei em 1979, mas o texto acaba gerando confusão. A gente precisa ter orgulho do Estado, do nosso ‘r’ puxado’, disse na tribuna ao defender a proposição.

Também há um requerimento para que a Infraero e a Secretaria de Cultura encontrem produtores do Estado para listar as comidas típicas. “As esfihas da sete, os queijos artesanais do interior, o mel de abelha, o tereré, o sobá, já considerado patrimônio imaterial, a guariroba das índias, os pastéis de jacaré precisam ficar disponíveis para venda no Aeroporto, para que ninguém deixe o Estado sem saber das nossas comidas típicas”.

O parlamentar também citou as emissoras de TV locais que mantém na apresentação apenas quem não tem sotaque sul-mato-grossense. “Nosso ‘r’ é puxado, é a nossa marca”, criticou.

Se a proposta receber parecer favorável à sua tramitação na Casa de Leis pela CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação), e pelas comissões de mérito, sendo aprovada também nas votações em plenário, torna-se lei na data de sua publicação.

Divisão ou criação de MS? Deputado quer mudar verbo usado em decreto de 1979
Mais notícias