De 843 vereadores, não chega a dez número de pré-candidatos a prefeito em MS

Informação é da União das Câmaras de Vereadores de Mato Grosso do Sul

No universo de 843 vereadores eleitos nas 79 cidades sul-mato-grossenses, não chega a dez o número de interessados em disputar as prefeituras de seus municípios. A informação é da UCV-MS (União das Câmaras de Vereadores de Mato Grosso do Sul), que atribui o desinteresse à crise econômica pela qual o País vem passando e que tem impactado negativamente as administrações.

“Não tem muito vereador interessado em ser candidato não”, disse o dirigente, ao esclarecer que a maioria aposta na reeleição. “Dos 843 vereadores, não chega a 10 o número de candidatos”, cravou, informando que nenhum destes tem interesse nos grandes colégios eleitorais.

Além das dificuldades financeiras do País, a expectativa de muitos que já ocupam vagas nas Câmaras é que a tão sonhada unificação das eleições venha a tempo de permanecerem nos cargos.

“Tem uma esperança ainda de ficar mais dois anos”, afirmou o presidente da UCV-MS sobre a expectativa dos colegas em relação à PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 376/2009 que propõe a unificação das eleições de vereador a presidente.

Chapa pura
Sobre as mudanças na legislação eleitoral, incluindo a exigência de chapa pura nas proporcionais, o vereador afirma que ainda há certa dificuldade de entendimento. “Nem os assessores jurídicos estão sabendo. Eu que tenho vários mandatos de vereador está complicado, não consegui entender”, pontuou, adiantando que a entidade fará seminários e preparação sobre o assunto antes das eleições.
Mais notícias