De 2014, projeto sobre redução no preço de pedágio será votado nesta quarta

Benefício de 50% de desconto seria destinado a moradores de Ladário e Corumbá, no Pantanal de MS

Projeto que está pautado para votação nesta quarta-feira (dia 26), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, prevê 50% de desconto no pedágio da ponte sobre o Rio Paraguai para moradores de Ladário e Corumbá.

Do deputado Lídio Lopes (Patri), a proposição está na Casa de Leis estadual desde 2014. “Temos a concessão da BR-163, que corta o Estado de norte a sul. Os moradores de Mundo Novo e Guaíra, no Paraná, tem isenção. Quando apresentei a lei, pretendia que os veículos fossem isentos do pedágio da ponte sobre o Rio Paraguai”, afirma.

Segundo o parlamentar, muitos produtores e pessoas que moram na zora rural passam pela travessia rumo às cidades diariamente. Lídio disse que apresentou a proposta quando André Puccinelli (MDB) era o governador de MS. “Ele tinha uma base muito forte e não pautou [a medida]”.

Atualmente, o projeto de lei estava na Comissão de Eficácia Legislativa, que está destravando proposições antigas. O pedágio hoje custa R$ 10,60. O parlamentar não apresentou planilha de impacto financeiro, que indicaria quanto o desconto pode representar de queda.

Mais notícias