Cotados, Duarte diz que candidatura depende de viabilidade e vereador fala em ‘sonho’

Nome do ex-prefeito foi um dos apontados em reunião do MDB para disputar prefeitura

Apontado pela cúpula do MDB em MS como um dos dois nomes do partido para a prefeitura de Corumbá em 2020, o ex-prefeito Paulo Duarte (MDB) afirmou que será necessária viabilidade eleitoral para lançar seu nome na disputa. Além dele, a legenda apontou o vereador Gabriel Alves (MDB) como opção contra a reeleição de Marcelo Iunes (PSDB). Para o vereador, a possibilidade de administrar a cidade, mesmo que remota por se tratar de conversa em fase inicial, é classificada como ‘sonho’.

Duarte garante que, de sua parte, a decisão será tomada somente no ano que vem. Mas, adiantou que ‘somente vontade’ não garante candidatura. Na avaliação dele, essa viabilidade exigirá capacidade de articulação e apoio na formação de alianças, além do respaldo por meio de pesquisas de intenção de votos.

Ele garante também não estar fazendo ‘nenhum movimento’ no sentido de viabilizar sua candidatura. Mas, diz que continua indo a Corumbá aos finais de semana visitar os amigos. “Vou continuar fazendo sendo ou não candidato”, assegurou. Para Duarte, os únicos candidatos atualmente são aqueles que estão nos cargos e pretendem disputar a reeleição. 

O ex-prefeito disse ter sido apenas observador na reunião do diretório, na última sexta-feira (9), quando foi definido que o partido terá candidatura própria em Corumbá. “Ter a lembrança do nome é sempre bom, mas eu só vou tomar decisão sobre isso ano que vem porque o quadro nacional, estadual e municipal está muito indefinido”, finalizou.

À disposição

Diferente de Duarte, que só lançará seu nome na disputa caso haja viabilidade na candidatura, Gabriel disse estar à disposição para ‘o que o diretório precisar’ e achou ‘legal’ ter seu nome ventilado.

“O sonho de todo mundo é administrar a cidade que nasceu, cresceu e hoje em dia vive com a família”, confessou. Ele também disse estar preparado para seguir o partido e que há cobrança no município por candidatura do MDB.

Médico, Gabriel é nascido em Corumbá e mudou-se para estudar no Rio de Janeiro. Ao se formar, retornou para o município e disputou pela primeira vez o cargo de vereador nas últimas eleições municipais. “Em 2016 disputei a eleição, tivemos essa surpresa [ser o mais votado do município, com 2.063 votos] e estamos aí na batalha”, resumiu.

Mais notícias