Com dificuldade para andar, Zeca deixa presidência do PT em MS

Em busca de renovação, Vladimir Ferreira foi escolhido para comandar a sigla

O ex-governador Zeca do PT deixou a presidência estadual do partido em Mato Grosso do Sul por problemas de saúde, informou o deputado Cabo Almi (PT) nesta terça-feira (22). No final de semana, a Executiva se reuniu e escolheu o presidente da Câmara Municipal de Coxim, Vladimir Ferreira, para comandar a sigla.

Segundo Almi, Zeca está há alguns meses com problemas de locomoção. O correligionário explicou que o ex-governador deve passar por uma cirurgia no fêmur em novembro e que também não deve disputar as eleições em 2020. 

“O Zeca reuniu a Executiva na semana passada, que somos eu, o deputado Pedro Kemp e o deputado federal Vander Loubet, para avisar que deixaria a presidência estadual. Ele relatou problemas de saúde e financeiros. Mas no final de semana nós escolhemos o Vladimir do PT para ser o presidente estadual”, contou.

A ideia, segundo Almi, é levar renovação às lideranças do partido no Estado. “Nós estamos analisando ainda conceder a presidência de honra ao Zeca em Mato Grosso do Sul. Ele pra gente é como se fosse o Lula”, disse.

 

Mais notícias